Pular para o conteúdo
dom quixote de la mancha

5 lições que o livro Dom Quixote deixa para os escritores contemporâneos

O universo literário é vasto e diversificado, mas existem algumas obras que se destacam como pilares da literatura mundial. “Dom Quixote de La Mancha” é, sem dúvida, uma dessas joias raras, e não é apenas uma leitura envolvente, mas uma rica fonte de aprendizado para aspirantes a escritores.

Índice | Navegue pelo artigo

Conhecendo mais sobre Dom Quixote de La Mancha

“Dom Quixote de La Mancha” não é apenas um romance, mas uma tapeçaria de episódios e aventuras que marcam a jornada de um cavaleiro e seu fiel escudeiro Sancho Pança.

A história se desenrola quando Dom Quixote, influenciado pelos romances de cavalaria que leu, decide resgatar a cavalaria andante. Com armaduras antigas e montando Rocinante, seu magro cavalo, ele se embrenha em desafios, vendo gigantes em moinhos de vento e resgatando donzelas que não precisam de resgate.

Esta série de aventuras cômicas, por vezes trágicas, serve como um espelho da condição humana, refletindo nossas próprias ilusões, sonhos e realidades.

Quem é o autor de Dom Quixote

Miguel de Cervantes SaavedraMiguel Cervantes - Autor de Dom Quixote, além de escritor, foi soldado, contabilista e até mesmo prisioneiro. Nascido em Alcalá de Henares em 1547, sua vida foi marcada por adversidades e desafios.

Combatente na Batalha de Lepanto, onde foi ferido e perdeu o uso da mão esquerda, Cervantes foi posteriormente capturado por piratas e passou cinco anos como prisioneiro na Argélia.

Essas vivências, repletas de peripécias e contornos dramáticos, serviram de combustível para sua escrita, enriquecendo “Dom Quixote” com detalhes realistas e perspicazes.

Qual cenário e contexto social na Obra Dom Quixote

Situada na Espanha do século XVII, a obra reflete um período de mudanças e conflitos. A era dos cavaleiros estava chegando ao fim, dando lugar à modernidade.

O livro, em sua essência, contrasta o antigo e o novo, simbolizado na figura de Dom Quixote e na sociedade que o rodeia. Cervantes utiliza-se de seu protagonista para criticar as obsoletas histórias de cavalaria, a nobreza decadente e uma sociedade em rápida transformação, que muitas vezes não sabia como lidar com seus próprios avanços.

Quem é Dom Quixote (Personagem)

Dom Quixote, ou Alonso Quixano, é um fidalgo que, após ler muitos romances de cavalaria, perde a razão e decide tornar-se um cavaleiro andante. Armado com uma lança, montando seu cavalo e acompanhado por seu fiel escudeiro, ele embarca em aventuras, enfrentando inimigos imaginários e defendendo os oprimidos.

Quem é a musa de Dom Quixote

Dulcinéia del Toboso é a musa de Dom Quixote, uma camponesa simples que, na mente delirante de Quixote, é transformada em princesa.

Dulcinea Del Toboso do pintor - Charles Robert LeslieUma obra do pintor Charles Robert Leslie

Embora ela nunca apareça de fato na história, sua presença é constantemente sentida. Quixote a cita frequentemente, louvando sua beleza e virtude, fazendo dela o centro de muitas de suas aventuras.

Beleza de Dulcinéia:

“… porque a beleza desta minha donzela brinca pelos campos à solta, sem ser incomodada por cote, coifa ou toca, e mais a realçam um cabelo que, se não são de ouro, parecem; […]”

Virtude e Excelência:

“[…] digo que esta donzela encerra em si quatro e até cinco das daqueles apanhados por serem as melhores, com tamanha perfeição, que dela se podem tirar, para enriquecer outras quatro vezes vinte e duas donzelas.”

Comparando Dulcinéia a outras mulheres:

“[…] Dulcinéia del Toboso, a sua princesa, a quem em sua loucura tinha feito senhora de todo o seu pensamento e senhora da sua vontade; e fez tão bem quanto se verdadeiramente a amara, e eram tão ajustadas e honestas as mostras do seu pensamento que a ninguém dava lugar para que maliciosamente entendesse que alguma vez, em tempo algum, ultrapassara o limite da mais perfeita cortesia.”

Qual a principal temática de Dom Quixote

A principal temática da obra é a linha tênue entre a realidade e a fantasia. Cervantes explora a ideia de que a realidade é subjetiva e que, muitas vezes, a loucura de uma pessoa pode ser a sanidade de outra. Além disso, a obra aborda temas como honra, amizade, amor e justiça.

Por que a obra Dom Quixote é um modelo para autores atuais?

“Dom Quixote” é um farol no vasto oceano da literatura. Vamos examinar detalhadamente as lições que podem ser extraídas desta obra que atravessa gerações e, ainda sim, permanece atual.

Originalidade no enredo

Em uma era saturada de histórias similares, Cervantes criou um enredo completamente novo. Ele desafiou normas ao entrelaçar humor, sátira, tragédia e romance. Esta fusão destaca a importância de ir além dos clichês e buscar histórias únicas que reflitam a verdadeira essência do autor.

Complexidade dos personagens

Cada ação e palavra de Dom Quixote e Sancho Pança revela profundidade. Eles não são unidimensionais; possuem falhas, desejos, temores e esperanças. Como escritor, é fundamental construir personagens que sejam reflexos genuínos da condição humana, que evoluam e tenham camadas a serem descobertas.

Tom de voz distinto

O tom de Cervantes é flexível. Ele se move entre o riso e a reflexão, oferecendo ao leitor uma montanha-russa de emoções. Esta habilidade mostra que um autor não deve se sentir restrito a um único tom, e que a diversidade emocional pode enriquecer a narrativa.

Narrativa rica

A história de Dom Quixote não é linear. Ela entrelaça diversas subtramas, personagens secundários e episódios, todos convergindo para a jornada do protagonista. Isso ensina os escritores a serem pacientes e meticulosos, tecendo múltiplos fios para criar um tecido narrativo coeso.

Comentário social

Através da sátira e observação perspicaz, Cervantes comenta sobre os valores e problemas de sua época, mostrando que a literatura não é apenas entretenimento, mas também uma ferramenta poderosa para a crítica social.

Grandes obras literárias, como “Dom Quixote de La Mancha”, são tesouros para novos autores. Servem não só como inspiração, mas também como guias, mostrando o caminho para a excelência literária.

A Editora Viseu se dedica a identificar e apoiar talentos emergentes, ajudando-os a traçar seus próprios quixotescos caminhos no mundo da escrita. Venha nos conhecer melhor e descobrir como podemos ajudar você a transformar sua história em livro.

Compartilhar

Outros Artigos

Saiba o que faz um editor de livros
Dicas de publicação

Editor de livros: quem é e o que faz?

A figura do editor de livros pode parecer um tanto nebulosa para muitos autores. Afinal, quem é esse profissional e o que ele faz? O

PUBLIQUE SEU LIVRO

Informe seus dados
para iniciar sua jornada
de publicação.
Um de nossos Consultores Editoriais
entrará em contato com você para
conversar melhor e explicar como
você pode publicar o seu livro!