Pular para o conteúdo
Como fazer um audiobook: três passos para gerar o seu

Como fazer um audiobook: 3 passos para gerar o seu!

A produção e comercialização de livros em áudio (audiobook) é um mercado que surgiu há alguns anos. O público é formado por pessoas que preferem ouvir um livro enquanto podem fazer outras atividades ao invés de parar um tempo para ler uma obra.

 

Esse formato de conteúdo surgiu inicialmente como uma ferramenta de acessibilidade para pessoas com deficiência visual, mas também acabou se mostrando uma excelente forma de expandir o mercado editorial.

 

Você é autor(a) e está pensando em produzir um audiobook da sua obra e comercializar na internet? Confira as dicas que preparamos para você ter êxito nessa jornada!

O que configura um audiobook?

Um audiobook nada mais é que um conteúdo narrado disponibilizado em formato de mídia de áudio em que o público pode consumir utilizado os dispositivos reprodutores desse tipo de mídia.

 

Um audiobook pode ter os seguintes formatos: MP3, AAC, WMA ou M4B. Além disso, tem diferentes durações, dependendo do tamanho do conteúdo da obra e da velocidade da narração.

Confira 3 passos para criar o seu audiobook

A criação de audiolivros não é tão complexa, mas deve passar por passos fundamentais para que ele seja gerado com uma qualidade suficiente para agradar o público. Conheça quais são esses passos!

1. Produção do conteúdo escrito

Se você estiver partindo do zero, obviamente você precisará do manuscrito revisado, já que é fundamental existir um conteúdo escrito para guiar a narração.

 

Caso você já tenha obras prontas e queira transformá-las também em audiobooks, você já sairá na frente, pois precisará apenas adaptá-las para a narração, eliminando ou reescrevendo frases que não farão sentido no áudio (caso existam no seu livro).

 

Seu texto tem imagens ou gráficos fundamentais para o entendimento do conteúdo? Você também precisará transcrevê-los de uma forma que faça sentido para o ouvinte.

2. Gravação do áudio

Mulher nipônica jovem gravando no microfone

Existem alguns caminhos para você realizar a gravação do seu audiobook: contratar um ator, um narrador, narrar por conta própria ou utilizar a Inteligência Artificial para a conversão do texto em áudio.

  • Contratar um ator ou narrador profissional

Se você tiver recursos para viabilizar essa contratação, é uma excelente alternativa para criação do seu audiolivro, pois esse profissional é especialista na área e interpretará cada cena da sua obra, dando características aos personagens e emoção para as cenas. 

  • Narrar por conta própria

Você também tem essa opção, mas saiba que não será tarefa fácil, principalmente se seu livro for longo. Você precisará ter noções de preparo de voz e manter um tom e uma velocidade constante na narração.

 

Provavelmente, você também precisará regravar vários trechos quando algumas palavras não saírem completamente audíveis (de forma clara, com a pronúncia correta). Caso seu livro seja um romance ou conte uma história, também é preciso dar vida aos personagens, trazendo emoções para as falas.

 

Tanto para a opção de contratar um narrador quanto da narração por conta própria, saiba que o arquivo precisará passar por uma edição de áudio para remover ruídos, respirações ou qualquer tipo de erro que tenha passado despercebido no processo de produção, além aumentar a qualidade da sua gravação.

  • Usar a Inteligência Artificial para criar a narração

Atualmente, a criação de livros com a ajuda da Inteligência Artificial já é uma realidade e existem diversos softwares que transformam textos em áudio.

 

Caso opte por essa opção, você precisará pesquisar quais são as ferramentas de IA com essa funcionalidade e optar por aquela que mais te agradar. 

 

É possível escolher qual voz mais combina com seu livro e a velocidade da narração. Contudo, as vozes criadas pelas ferramentas de IA, apesar de serem constantes e não cometerem erros na leitura do seu conteúdo, muitas vezes não são capazes de expressar emoções, como raiva, medo, etc.

 

Além disso, esse tipo de inteligência narra seu livro apenas na língua que você programar, então, sua obra é majoritariamente em língua portuguesa, mas tem trechos em inglês, francês, espanhol ou qualquer outro idioma, saiba que a Inteligência Artificial pronunciará exatamente como estiver escrito.

 

E mais, muitas das opções que você encontrar podem ser pagas, principalmente para essa função de narração de textos.

3. Disponibilização do seu audiobook para o público

Depois que o arquivo estiver pronto, você pode disponibilizá-lo para a comercialização em plataformas de conteúdo áudio. Você já conhece quais são elas? Veja as principais abaixo:

Google Play Livros

A plataforma de livros digitais do Google oferece audiobooks em diversos idiomas, incluindo o português e pode ser uma excelente opção para você comercializar seu audiolivro.

 

O app de livros do Google tem um catálogo com milhares de títulos, que podem ser comercializados individualmente ou por meio de uma assinatura mensal. 

 

O Google permite que os autores publiquem seus audiobooks de forma independente ou por meio de uma editora parceira. A plataforma paga aos autores 70% de royalties sobre as vendas dos seus audiolivros.

Apple Books

A Apple também oferece uma plataforma de livros para seus usuários e também pode ser uma opção para você disponibilizar seus audiobooks. A empresa também paga 70% de royalties para os autores.

Audible

A Audible é a plataforma de áudio pertencente à Amazon que chegou no Brasil recentemente, com a oferta de um catálogo com mais de 200 mil títulos em diversos idiomas, incluindo o português

 

A plataforma também permite que os autores publiquem os seus audiobooks de forma independente ou por meio de uma editora. O valor pago de royalties para os autores fica na faixa de 25% a 40% sobre as vendas ou as assinaturas dos audiobooks. 

Skeelo

O Skeelo também tem um catálogo com milhares de audiobooks para quem prefere ouvir os conteúdos. O valor pago aos autores varia de acordo com a faixa de preço dos títulos disponibilizados no app.

Storytel

A Storytel é uma plataforma sueca com mais de 500 mil títulos em diversos idiomas, que está presente em mais de 20 países, incluindo o Brasil.

 

A plataforma permite que os autores publiquem seus títulos por meio de uma editora parceira ou de um serviço próprio de produção e paga aos autores entre 10% e 20% de royalties sobre as assinaturas dos audiobooks.

Ubook

É a maior plataforma de audiobooks do Brasil, com mais de 10 mil títulos em português e outros idiomas. 

 

Também permite que os autores publiquem os audiobooks por meio de uma editora parceira ou de um serviço próprio de produção e paga entre 10% e 20% de royalties sobre as assinaturas. 

Tocalivros

A Tocalivros é uma das principais plataformas do Brasil para distribuição, comercialização e reprodução de livros em áudio. 

 

Com mais de mil audiolivros disponíveis na plataforma, você pode ser mais um autor a publicar a sua obra para milhares de usuários ouvirem.

Spotify

O Spotify também pode ser uma opção para você disponibilizar seu audiobooks, visto que é a plataforma de áudio mais utilizada no mundo. 

 

Como a plataforma funciona por meio de assinatura e também tem sua versão gratuita (com propagandas para o usuário), o Spotify paga por cada transmissão

 

O serviço de streaming paga cerca de 0,04 dólares a cada 10 transmissões. Assim,  se seu audiobook fosse reproduzido 1.000, você receberia 4 dólares, enquanto 100.000 reproduções te gerariam 400 dólares.

Mercado de audiobooks: vale a pena investir?

O mercado de audiobooks ainda é tímido no Brasil em comparação a venda de livros digitais. Ele é ainda menor se formos comparar com venda de livros físicos. 

 

Contudo, é um mercado em ascensão, principalmente pela popularização dos serviços de streamings, que permitem com que os usuários ouçam músicas, programas, podcasts e audiolivros em qualquer lugar. 

 

Muitas pessoas, hoje, têm o hábito de ouvir podcasts ou audiobooks no trânsito, no trajeto do trabalho para casa ou em viagens mais longas.

 

A Tocalivros em entrevista para o PublishNews, revelou alguns números: o acervo digital de audiobooks cresceu 6% de 2019 até 2022. Em relação às vendas de audiolivros por unidade, apenas 2% do acervo foram comercializados por títulos específicos. E, dentro dessa porcentagem, 75% dos audiobooks vendidos são de gêneros diferentes de ficção. 

 

Já em assinaturas (serviços de assinatura de livros digitais, bibliotecas virtuais, plataformas de educação e outras), os audiobooks têm uma participação maior: 21% de um valor de cerca de R$113 milhões.

 

Marcelo Gioia, Diretor da Bookwire Brasil, que presta serviços de produção e distribuição de livros digitais, afirmou que, dentro do catálogo da empresa, o volume de audiolivros tem crescido sempre dois dígitos anualmente, mas a receita desse tipo de mídia ainda representa apenas 2% das vendas no digital, enquanto os outros 98% vêm dos e-books.

 

Ainda assim disponibilizar sua obra em formato de áudio é entrar para essa corrente que está fazendo os audiobooks se popularizarem no Brasil e no mundo. E você ainda tem a chance de ganhar novos leitores para suas obras, já que terá mais canais de divulgação para elas. 

 

E aí, você tem vontade de reproduzir seus livros também em áudio? Aproveite que você está aqui em nosso blog e veja quais são as principais tendências para o Mercado Editorial em 2024!

Compartilhar

Outros Artigos

PUBLIQUE SEU LIVRO
Informe seus dados
para iniciar sua jornada
de publicação.
Um de nossos Consultores Editoriais
entrará em contato com você para
conversar melhor e explicar como
você pode publicar o seu livro!