Pular para o conteúdo
tendências do mercado de livros

10 Tendências do Mercado Editorial para 2024 que Você Precisa Saber

O mercado editorial no Brasil e no mundo tem passado por transformações profundas. Em 2023, editoras, autores e outros profissionais da área precisaram se adaptar às novas demandas e exigências do público leitor.

Além disso, eles foram impactados pelo rápido desenvolvimento da tecnologia, com a chegada da Inteligência Artificial, mas também se deparam com a necessidade de intensificar os esforços de marketing nas plataformas digitais.

Em 2024, a tendência é que essas mudanças se intensifiquem ainda mais. Assim, a necessidade de adaptação rápida e contínua é mais do que nunca uma realidade. Neste conteúdo, você vai conferir quais as 10 principais tendências do mercado editorial para 2024. E, com elas, preparar o terreno de forma antecipada.

Fique com a gente e acompanhe.

1 – Crescimento da demanda por audiobook e ebooks

Uma das tendências para o mercado editorial brasileiro é o crescimento da demanda por audiobook e ebook. Esse quadro reflete dois fatos da realidade moderna, o intenso uso das telas para realizar grande parte das atividades diárias e a facilidade de ter uma grande quantidade de conteúdos, com poucos cliques e em um suporte leve.

Para se ter uma ideia, uma pesquisa feita pela Folha de São Paulo, aponta que a venda de produtos digitais cresceu 8,1% apenas no primeiro trimestre de 2023.

Ainda que as pesquisas mostram uma preferência por publicações impressas, a comercialização de livros digitais é uma aposta promissora tanto para editoras como para autores.

2 – As Plataformas de resumo de livros de não-ficção vieram para ficar

As plataformas de resumo de obras de não-ficção tendem a fazer cada vez mais parte da vida de leitores e também de profissionais do mercado editorial. A grande vantagem dessas ferramentas é oferecer um apanhado rápido e coerente das ideias presentes no conteúdo, podendo entregar as informações que você procura ou mesmo seduzir o leitor para a compra do título na íntegra.

Com isso, você pode acessar conteúdos sobre assuntos como liderança, negócios, política, marketing e outras temáticas, em formato de áudio ou texto. Para se ter ideia, a alemã Blinkist já conta com 23 milhões de usuários em todo planeta. No Brasil, empresas como a 12 minutos vem se destacando no mercado desde 2019.

3 – Preferência por livros de assuntos políticos

A política é um assunto que está em alta e deve seguir no topo da preferência dos leitores em 2024. Esse é, sem dúvida, um reflexo da proporção que os fatos políticos partidários têm tomado no dia a dia de todos nós.

Entretanto, esse quadro aponta para um tendência mais profunda; a necessidade de encontrar um nicho literário e falar a mesma língua de um público cada vez mais específico. Ou seja, o mercado de livros está se tornando cada vez mais especializado.

Uma prova disso é a diversificação de selos por parte das editoras. Com isso, focando cada um deles em um tipo de público. A consequência disso é que grandes lançamentos, com edições para públicos heterogêneos, são cada vez menos comuns.

4 – Pequenas livrarias continuam em queda

A busca por um modelo de negócio sustentável e rentável é talvez um dos grandes desafios do mercado editorial, principalmente das pequenas livrarias e editoras. Esse é um cenário que se aprofunda e que tem suas bases fincadas na chegada de grandes plataformas de e-commerce no Brasil, decretando a falência de editoras como a Cosac Naify e a Laselva.

Com a chegada do Covid-19, empresas sem experiência, sem recursos financeiros e sem logística para operar no meio digital, foram obrigadas a pausar as atividades ou fechar definitivamente as portas, isto é, o efeito foi catastrófico para as médias e pequenas editoras, com retração expressiva.

Em 2024, a tendência do mercado editorial é continuar difícil para quem não adequar seu modelo de negócio às mudanças na forma de consumo. Na contramão desse cenário, os grandes e-commerces de livros não param de crescer.

Para se ter uma ideia, o Painel do Varejo de Livros no Brasil mostrou que, no ano de 2021, o faturamento de e-commerces de livros já empatava com o resultado das lojas físicas.

5 – Uso da tecnologia como vantagem competitiva

Se você é daqueles que torce o nariz para a Inteligência Artificial ou mesmo para qualquer nova ferramenta tecnológica está fadado a ficar para trás no mercado.

A inteligência Artificial é uma tendência não apenas do mercado editorial, mas do mercado como um todo. Sua utilização é uma realidade e tende a se consolidar na indústria, no comércio e no nosso dia a dia, como um todo. Assim, as vantagens da IA para o mercado editorial estão:

  • Agilizar e melhorar o fluxo de escrita de autores;
  • Facilitar a criação de capas, ilustrações e elementos gráficos para conteúdos;
  • Acelerar o processo de edição e revisão de obras;
  • Contribuir com o processo criativo de escritores;
  • Indicar títulos e conteúdos mais alinhados ao que você procura e
  • Auxiliar nas atividades de marketing editorial da sua empresa.

 

Com isso, a IA pode trazer ainda maior economia de recursos pessoais, fazendo com que você aloque pessoal nas atividades mais estratégicas e de planejamento. Mas também, otimiza o gerenciamento e aplicação dos recursos financeiros, reduzindo ou evitando desperdício de dinheiro.

Aproveite para conhecer aplicativos de escrita literária para ter mais agilidade e rapidez no seu fluxo de produção.

6 – Publicações independentes continuam crescendo

Com o número cada vez menor de pequenas e médias editoras no mercado, autores e escritores têm visto na autopublicação uma oportunidade de concretizar o sonho de ver seus livros nas mãos do leitor.

Essa tendência do mercado editorial é bastante vantajosa para você que tem pouco dinheiro para editar um livro. Publicando de forma independente, você não precisa passar pelo crivo de um editor, pode editar uma quantidade menor de exemplares e tem maior controle sobre todas as fases de desenvolvimento do livro, entre outras possibilidades.

Para se ter uma ideia, no ano de 2021, a ferramenta de autopublicação da Amazon, a Kindle Direct Publishing já tinha batido a marca de 200 mil títulos independentes disponíveis no Brasil.  A dica é procurar uma editora que seja parceira dos escritores independentes, com soluções flexíveis e acessíveis para a publicação do seu livro.

7 – Desenvolvimento de narrativas de eco-ficção e gêneros epistolares reinventados

O despertar da consciência ecológica também deve influenciar as narrativas ficcionais, com temas ligados à sustentabilidade, meio ambiente e o futuro do planeta. Essa é uma tendência do mercado editorial que deve se consolidar nos próximos anos.

Além disso, as obras literárias que tenham os desafios ecológicos como contexto tendem a transmitir uma mensagem de esperança, apontar soluções ou formas de contornar o colapso ambiental do planeta Terra.

Por sua vez, os tradicionais gêneros como, cartas, diário e documentos têm sido revisitados e reinventados no modelo digital, proporcionando uma comunicação mais próxima, direta e pessoal com o público.

8 – Aumento da diversidade nas publicações

O aumento da diversidade cultural, de experiências, vivências e perspectivas nas obras de ficção e não ficção é um caminho sem volta. Isso traz desafios para autores e outros profissionais do ecossistema editorial que precisam ser sensíveis e autênticos no tratamento das narrativas.

Por outro lado, há uma grande demanda por obras capazes de refletir uma realidade distinta a qual o leitor esteja acostumado. Nesse sentido, trazer novas abordagens para assuntos de interesse do público-alvo pode ser uma boa estratégia para manter os leitores engajados.

9 – Investimento em marketing digital ainda maior

O investimento em marketing digital deixou de ser uma forma a mais de fazer marketing, para se tornar a principal ponta de lança para a venda de produtos editoriais. Dessa forma, construir e consolidar uma presença digital, maximizando a utilização das mídias sociais é fundamental para quem busca se destacar da massa.

É importante também analisar a necessidade de criar blog, site, newsletter e outros produtos digitais para entregar conteúdo relevante, de qualidade e frequente para o público leitor. Por exemplo, um site com um blog, desenvolvido com boas estratégias de SEO pode mostrar seu trabalho para leitores de outras regiões do país. Ou seja, é uma estratégia para conquistar novos terrenos!

Assim como em outras fases da sua jornada de publicação, fazer marketing digital requer planejamento e estudo. Um dos erros que podem impedir seu sucesso como autor é pensar sua estratégia de marketing apenas depois de lançar o livro.

10 – Aprimoramento profissional constante

Com um mercado cada vez mais dinâmico, os profissionais que investem em capacitação saem ganhando. Para o escritor, é fundamental investir no aprimoramento da escrita através de cursos online, webinars, podcasts e outros recursos. Com isso, desenvolver a habilidade de criar enredos cativantes e personagens envolventes.

Por outro lado, as editoras devem estar atentas às novas formas de consumo e ao comportamento do consumidor, de modo a compreender e entregar soluções alinhadas às necessidades do mercado. Por isso, manter-se atualizado e ligado nos acontecimentos pode se configurar numa grande vantagem competitiva.

Sem dúvida, a capacidade de adaptação será o grande diferencial entre o sucesso e a estagnação no ano de 2024. Por aqui, você conferiu 10 tendências do mercado editorial que vão chegar com tudo no próximo ano. Aproveite essas informações para arrumar a casa e não ser pego desprevenido.

Não perca a oportunidade de aprofundar ainda mais no mercado! Confira um guia completo do mercado editorial brasileiro que mostra todos os passos que você precisa dar para encontrar uma editora confiável e realizar o sonho da publicação.

Compartilhar

Outros Artigos

Saiba o que faz um editor de livros
Dicas de publicação

Editor de livros: quem é e o que faz?

A figura do editor de livros pode parecer um tanto nebulosa para muitos autores. Afinal, quem é esse profissional e o que ele faz? O

PUBLIQUE SEU LIVRO

Informe seus dados
para iniciar sua jornada
de publicação.
Um de nossos Consultores Editoriais
entrará em contato com você para
conversar melhor e explicar como
você pode publicar o seu livro!