Pular para o conteúdo
copywriting - na imagem há uma máquina de escrever vermelha abaixo de uma lâmpada acesa

O que é Copywriting e como usá-lo na Escrita de Livros?

O que é o copywriting e qual a sua importância para escritores?

Na matéria de hoje, ensinaremos como fazer um bom copy e como você pode usá-lo para se relacionar com seus leitores. 

 

O que você vai encontrar neste artigo:

O que é Copywriting?

Copywriting é a arte de produzir textos persuasivos e incitar seus leitores a tomarem uma determinada decisão. 

Antes de falar mais sobre o que é o copywriting, pensaremos sobre o propósito da escrita.

Algumas pessoas escrevem com o propósito de preencher um vazio, enquanto outras escrevem por prazer.

Existem algumas que querem promover alegria através da escrita e outras materializam textos que causam certa inquietação.

A escrita e os textos têm a capacidade de provocar emoções, sentimentos e ações. 

Essa é uma lógica também presente no marketing, sobretudo nos textos publicitários que circulam em blogs, sites e campanhas de anúncio.

O objetivo central desses textos é vender um produto ou um serviço, tornando algo reconhecido e promovendo uma determinada marca. 

E você deve estar se perguntando: mas o que isso tem a ver com livros?

Se você pensa que a escrita persuasiva está restrita somente ao marketing para fins de venda de um produto, precisamos te contar que “NÃO”.

A técnica de copywriting é bem mais ampla e abrange não só a comercialização de um produto, como também de uma ideia, da qual os livros estão cheios! 

Então, quero dizer que você pode e deve utilizar esse recurso não só em suas estratégias de marketing com seus leitores, mas também para vender as ideias de seus textos. 

Quer entender como usar essa técnica em seu texto? Leia o próximo tópico. 

6 passos para desenvolver um copy excelente

Separamos aqui 7 dicas para que você entenda quais são os elementos essenciais de uma Copy bem planejada.

Esperamos que com essas dicas, a escrita do seu livro possa tomar um rumo ainda mais voltado para a conquista do público.

Reflita sobre o seu tema

Bons textos vêm de autores que dominam o assunto. Se você quer escrever um copy de sucesso, faça uma pesquisa profunda sobre o tema que será abordado em seu texto.

Bons leitores têm sensibilidade para perceber a profundidade e complexidade com a qual um assunto é tratado e se você fizer isso de forma adequada, será considerado uma referência na área.  

Leia outras obras para aperfeiçoar o copywriting

Como escritor, sei que você passa longas horas do dia lapidando e desenvolvendo sua habilidade de escrita.

Mas só escrever não é o suficiente para produzir bons textos, por isso recomendo que reserve um tempo para ler.

Leia, mesmo que seja para expandir os pontos de vista sobre determinado assunto, para incorporar certas técnicas de escrita de bons autores e principalmente se quiser trabalhar com a intertextualidade em seus textos — recurso que além de demonstrar bom repertório, expressa toda a criatividade daquele que escreve.

Além disso, esse recurso pode gerar humor e descontração, fazendo com que seus leitores criem identidade com você. 

Imagine que você seja um poeta e esteja finalizando a escrita de seu original, mas não sabe muito bem quais são os caminhos para a publicação.

De repente, em sua caixa de e-mail, há dois convites de editoras distintas para que você publique sua coletânea de poesias e o assunto do e-mail da primeira editora é algo como “Venha publicar com a gente”, enquanto o da segunda é “Terminei meu livro! E agora, José?”. 

Mesmo que você abra os dois e-mails, certamente o segundo lhe soou mais convidativo por, justamente, trazer o poético na chamada. Esse é o poder da intertextualidade.

Atente-se aos erros de copywriting

Por escrever regularmente e ler na mesma proporção, as pessoas não esperam erros de ortografia, gramaticais e sintáticos em seus textos.

Tenha sempre à disposição boas gramáticas e um dicionário analógico para que seu vocabulário seja cada vez mais ampliado. 

Uma dica importante que sempre damos aos autores em seu processo de produção é procurar cursos online sobre escrita criativa.

Existem muitos cursos voltados para autores de livros, capazes de ajudar na lapidação da linguagem escrita de pessoas com intenção de publicar livros.

Dê atenção ao seu público

Se alguma vez você recebeu um e-mail marketing com um título tão inusitado que precisou abrir para saber do que se tratava ou virou a capa de um livro porque o título lhe chamou atenção, você provavelmente era o público-alvo nessas ocasiões.

Bons escritores têm à disposição recursos necessários para prender a atenção de seus leitores e fazer com que tomem uma ação. Eles têm a receita para um copy de sucesso. 

Vamos supor que você esteja escrevendo um texto para empresários sobre o mercado financeiro, de maneira mais específica, sobre o sistema de delivery durante a pandemia. 

É bem diferente dizer: 

“Muitos dizem que antes a demanda por esse modelo de entrega era pequena, mas cresceu muito com a pandemia.”

Do que dizer:

“De acordo com a Mobills, os gastos com aplicativos de entrega atingiram um crescimento de até 149% durante a pandemia.” 

Em certos gêneros, a presença de um público específico requer certas construções que em outros não é necessária.

De modo semelhante, para escritores do universo infantil, não é aconselhável usar termos técnicos e específicos em seus livros.

Cada público-alvo demanda recursos específicos para prender a atenção no seu texto. 

A inspiração não vai te salvar

É isso mesmo que você acabou de ler. Embora este título possa soar estranho, ele nos diz algo muito importante: não podemos ficar reféns da inspiração.

Imagine você que faz da escrita sua profissão e precisa ser atingido por um raio em forma de ideia toda vez que escrever um texto? 

Além de depender totalmente da sorte, seu fluxo de produção seria consideravelmente inferior.

O ideal é que a prática de escrita seja exercitada dia após dia para que, com o passar do tempo, seja desenvolvida a ponto de as ideias se encaixarem naturalmente. 

Muitos autores se enganam ao achar que as melhores ideias vieram prontas.

A verdade é que, na grande maioria das vezes, as melhores ideias não surgem numa primeira vez, elas são pensadas, desenvolvidas e aprimoradas.

Por isso não espere uma fonte de inspiração milagrosa e regue sua imaginação diariamente.

Use os gatilhos mentais da técnica de Copywriting

Esta é uma das técnicas de copywriting mais utilizadas e mais eficazes que os profissionais do texto utilizam para se aproximarem do seu público.

Você pode nunca ter escutado esse termo, mas certamente já fez uma compra de maneira impulsiva e depois quis entender quais foram as razões que te levaram a tal decisão. 

Provavelmente, esse produto lhe prendeu a atenção em função de alguma técnica de gatilho mental empregada, pode ser que eram “as últimas unidades” ou que a promoção era até certo dia. 

De maneira geral, os gatilhos mentais são formas específicas de levar seu público a uma determinada ação, despertando o seu lado emotivo.

Os gatilhos mais conhecidos são urgência, escassez, autoridade, prova social, novidade e antecipação. 

Compartilhar

Outros Artigos

Saiba o que faz um editor de livros
Dicas de publicação

Editor de livros: quem é e o que faz?

A figura do editor de livros pode parecer um tanto nebulosa para muitos autores. Afinal, quem é esse profissional e o que ele faz? O

PUBLIQUE SEU LIVRO

Informe seus dados
para iniciar sua jornada
de publicação.
Um de nossos Consultores Editoriais
entrará em contato com você para
conversar melhor e explicar como
você pode publicar o seu livro!