Pular para o conteúdo
livros de contos - Editora Viseu

Livros de contos: 7 dicas para você planejar e criar sua obra

Adentrar o mundo dos livros de contos pode ser uma experiência fascinante e enriquecedora para escritores em busca de explorar sua criatividade e habilidades narrativas. Seja você um autor iniciante ou um veterano, o desafio de conceber e organizar uma coletânea de contos é uma oportunidade única para desenvolver histórias cativantes e memoráveis.

Neste artigo apresentaremos conselhos práticos e inspiradores para auxiliar na elaboração de uma coletânea de contos bem-sucedida e envolvente, capaz de encantar leitores e estabelecer sua presença no universo literário.

Índice do Artigo

O que é um conto?

Um conto é uma forma de narrativa breve e concisa, geralmente focada em um enredo simples e com um número limitado de personagens. O conto tem como característica a brevidade, apresentando uma história completa em um espaço menor quando comparado a um romance ou novela.

Devido à sua brevidade, os contos permitem ao leitor uma experiência de leitura mais rápida e envolvente. Os autores de contos geralmente exploram um conflito central e buscam transmitir uma ideia ou emoção específica por meio de seus personagens e situações.

Exemplos de contos famosos na literatura brasileira

  • Amor, de Clarice Lispector
  • Alienista, de Machado de Assis
  • Homem que Sabia Javanês, de Lima Barreto
 

Exemplos de contos famosos na literatura internacional

  • Coração Delator, de Edgar Allan Poe
  • A Metamorfose, de Franz Kafka
  • Presente dos Reis Magos, de O. Henry
 

Qual a diferença entre conto e crônica?

Enquanto o conto é uma narrativa ficcional com enredo e personagens, a crônica é um relato cotidiano, geralmente com um tom pessoal e reflexivo. A crônica pode abordar temas diversos, como política, comportamento e cultura, sem a obrigação de ter um enredo ou personagens bem definidos.

Veja na tabela as principais diferenças entre o conto e a crônica:

CARACTERÍSTICASCONTOCRÔNICA
DefiniçãoNarrativa breve e concisaRelato cotidiano e reflexivo
FicçãoFiccional (criação de mundos)Baseada na realidade
PersonagensPersonagens bem definidosPersonagens nem sempre presentes
EnredoEnredo com começo, meio e fimSem enredo estruturado
ConflitoConflito central e resoluçãoNão necessariamente há conflito
TemaTemas variadosTemas cotidianos
Tom e estiloPode variar (drama, comédia, etc.)Pessoal e reflexivo
ExtensãoVariável, mas geralmente curtoGeralmente mais curto que um conto

 

Características de um conto literário

As características marcantes de um conto incluem um enredo bem estruturado com começo, meio e fim, apresentando um conflito central que direciona a história e desencadeia a ação.

Um conto eficaz explora questões emocionais ou filosóficas por meio de seus personagens e situações, proporcionando uma experiência de leitura envolvente e impactante.

A brevidade do conto também exige que o autor seja econômico em sua escrita, utilizando palavras e descrições de maneira precisa para transmitir a atmosfera, a ambientação e os sentimentos dos personagens, sem sobrecarregar o texto com detalhes desnecessários.

Exemplos de livros de contos

Edgar Allan Poe

Edgar Allan Poe (1809-1849) foi um escritor, poeta e crítico literário americano, conhecido como um dos pioneiros da literatura de terror e mistério. Ele é especialmente famoso por seus contos macabros e por ser o inventor do gênero de histórias de detetive. Algumas de suas obras mais célebres incluem “O Corvo”, “O Gato Preto” e “O Coração Delator”. O estilo de escrita de Poe é caracterizado pelo suspense, pela atmosfera sombria e pelo foco na psicologia dos personagens.

Fernando Sabino

Fernando Sabino (1923-2004) foi um escritor, jornalista e cronista brasileiro, cujas obras abordam temas do cotidiano com humor e sensibilidade. Ele é mais conhecido por seus romances “O Encontro Marcado” e “A Morte e a Morte de Quincas Berro D’Água”, bem como por suas crônicas, que retratam de forma leve e bem-humorada a vida urbana no Brasil. Sabino também foi membro da chamada “Geração de 45”, um grupo de escritores e intelectuais brasileiros que influenciaram significativamente a literatura nacional.

Firmino Lisboa

Firmino Lisboa (1979) nasceu em Imperatriz do Maranhão e, ainda criança, se mudou para a Grande São Paulo com a família. Desde seu primeiro livro, “O Reino Mágico”, até sua segunda obra, “7 Contos Misturados”, muita coisa mudou: o autor se mudou para a capital paulista, descobriu facetas agora na vida de casado e, observando diversas cenas de seu cotidiano, presenteia o leitor com mais esta obra.

Como organizar contos para publicar um livro

Publicar um livro de contos pode ser uma jornada empolgante e gratificante para escritores de todos os níveis. Saber como explorar estratégias para organizar os contos de maneira eficiente, garantindo uma experiência de leitura envolvente e coesa para seus leitores é indispensável nesse processo.

Veja a seguir 7 dicas para publicar um livro de contos bem-sucedido.

Conheça seus leitores

Antes de começar a organizar seus contos, é crucial entender quem são seus leitores e quais são seus interesses. Conhecer seu público-alvo permitirá que você selecione histórias que se conectem com eles, criando uma conexão mais profunda e duradoura.

Algumas perguntas a serem consideradas incluem:

  • Qual é a faixa etária dos seus leitores?
  • Eles preferem um gênero específico, como terror, romance ou ficção científica?
  • Qual é o nível de leitura ou educação dos seus leitores?
 

Separe por temas

Agrupar seus contos por temas ou estilos similares facilita a leitura e a compreensão de seu livro. Criar uma coletânea temática pode ajudar a estabelecer sua identidade como escritor. Aqui estão algumas ideias para categorizar seus contos:

  • Gênero: Separe os contos de acordo com seu gênero, como drama, comédia, suspense, etc.
  • Ambientação: Agrupe histórias que compartilham cenários similares, como uma cidade específica, época histórica ou ambiente natural.
  • Personagens: Considere agrupar contos que apresentem os mesmos personagens ou que compartilhem características semelhantes.
  • Emoções: Organize os contos de acordo com as emoções que despertam no leitor, como alegria, tristeza, medo ou surpresa.
 

Após agrupar os contos por tema, considere a melhor sequência de leitura. Varie o ritmo, intercalando contos mais longos com os mais curtos e alternando entre diferentes emoções.

Comece e termine com histórias impactantes, a fim de cativar os leitores desde o início e deixá-los com uma impressão duradoura ao concluir a leitura.

Não crie enredos incompletos

Um bom conto deve proporcionar uma experiência completa ao leitor, com um enredo bem desenvolvido e um desfecho satisfatório. Ao selecionar e organizar seus contos, certifique-se de que cada um possui:

  • Um começo claro: Estabeleça o cenário, apresente os personagens e introduza o conflito central.
  • Um meio envolvente: Desenvolva o enredo e explore os personagens e seus conflitos internos e externos.
  • Um desfecho adequado: Encerre a história, resolvendo o conflito central e, se possível, surpreendendo o leitor.
 

Revise e edite

Antes de publicar sua coletânea, dedique tempo para revisar e editar cuidadosamente cada conto. Aperfeiçoe a gramática, a pontuação e a formatação, e certifique-se de que cada história se encaixa perfeitamente no tema escolhido.

Peça a amigos ou colegas escritores que leiam e ofereçam feedbacks construtivos.

Escreva uma introdução e biografia do autor

Uma introdução bem escrita fornece contexto e prepara os leitores para o que esperar de sua coletânea de contos. Inclua informações sobre o tema, suas inspirações e o processo criativo.

Além disso, inclua uma breve biografia do autor, destacando sua trajetória literária e suas realizações.

Design da capa e do miolo

Um design atraente e profissional é crucial para o sucesso do seu livro. Contrate um designer gráfico ou use ferramentas de design online para criar uma capa que reflita o tema e o conteúdo do seu livro.

Garanta que o miolo seja formatado de maneira clara e legível, facilitando a leitura e proporcionando uma experiência agradável aos leitores.

Divulgue a obra nas redes sociais

As redes sociais são um canal muito relevante para a divulgação de obras literárias, pois muitos leitores buscam nos perfis literários e nas hashtags sugestões de livros para iniciarem a próxima leitura.

Criar postagens com partes atraentes da obra, fazer lives lendo alguns capítulos, enfim, quanto mais criativo e atraente for o conteúdo, maior será a chance de conquistar o público.

Ao seguir estas etapas, você estará no caminho certo para organizar, editar e publicar sua coletânea de contos de forma eficiente e atraente.

Lembre-se de que o sucesso de um livro de contos está na qualidade das histórias e na maneira como elas são apresentadas ao leitor.

Dedique tempo e esforço para criar uma obra que deixará seu público ansioso por mais.

Compartilhar

Outros Artigos

Protagonista: saiba por que ele é fundamental para sua história
Dicas de escrita

Protagonista: como fazer seu personagem principal brilhar

A criação de personagens é uma grande dificuldade entre autores. Muitas são as questões às quais se atentar: verossimilhança, profundidade, falas, personalidade… Esses pontos se

PUBLIQUE SEU LIVRO

Informe seus dados
para iniciar sua jornada
de publicação.
Um de nossos Consultores Editoriais
entrará em contato com você para
conversar melhor e explicar como
você pode publicar o seu livro!